Acho a coisa mais linda do mundo. #jellyfish #draw

eu me confundo em sonhos que me confundem, às vezes

"Esse é o problema da dor. Ela precisa ser sentida." #ACulpaÉDasEstrelas #OdaDaDepressão #HazelGrace (em www.blogdooda.com)

Mas vai ter muita Copa, né @cristiano? #CR7 #cartoon ⚽️

“Não existe uma única forma aceitável de viver. Muita gente escolherá ficar avulsa, e ponto. Outros oscilarão permanentemente entre o singular e o plural: pelo gosto da aventura, pela incompatibilidade com a estabilidade, até pela incapacidade de renunciar, definitivamente, ao sonho de Cinderela e Príncipe Encantado. Não há problema nisso. O amor, esse que nos motiva, esse que nos atormenta também, cuja ausência nos enche de culpa e frustração, não existe de uma única maneira. Cada um de nós tem o direito de inventá-lo de acordo com a sua personalidade e seu desejo. Ou reinventá-lo, seguidamente, com outras pessoas e em outras circunstâncias, toda vez que isso for necessário. Ou, mais exatamente, toda vez que se tornar inevitável seguir em frente.”
— Ivan Martins

Piper #OrangeIsTheBewBlack (em www.blogdooda.com)

So make a wish

Carta aberta de uma pessoa cansada de se apaixonar

São Paulo, 05 de junho de 2014, inferno astral

Acho que eu tinha 13 anos a primeira vez que me apaixonei. Eu não entendia nada sobre isso, mas eu não conseguia tirar da minha cabeça. Dizem que a paixão é assim, chega sem avisar. Ela te atropela. E como em qualquer acidente, tudo o que a gente deseja é que ele não tivesse acontecido.

Não me importo de me apaixonar. Acordo todos os dias e torço para que eu ainda esteja apaixonado pelo meu trabalho, pelas águas-vivas, pela minha cor favorita e pelas músicas do Silva. Porque é uma paixão que a gente não espera nada em troca. A gente apenas gosta daquilo e não para de pensar. Eu não me importo se o café esfriou. Se eu fizer outro, o cheiro vai ser o mesmo. 

Difícil mesmo é se apaixonar por alguém. Não, minto! Se apaixonar é fácil. Difícil é desapaixonar. Raramente uma pessoa se apaixona ao mesmo tempo que outra e quase nunca se desapaixonam juntas. Eu sou dos que demoram para tirar da cabeça. Chamo isso de falta de sorte.

Hoje, depois de tantas paixões, eu sei que passa. Minha cor preferida já foi o laranja, mas hoje eu prefiro o azul turquesa. O acaso (ou o destino, ou o universo, ou Deus, que seja) vai me colocar outra paixão no meu caminho e eu vou suspirar mais uma vez. Cheio de medo e torcendo para que toda essa euforia se transforme em outra coisa. Mesmo sabendo que essa transformação vai me dar ainda mais medo.

Apesar de tudo e embora muito cansado, prefiro ser o louco que se apaixona do que o são que não sente (ou seria o contrário?) Às vezes, as coisas simplesmente não acontecem. Ou o problema é falta de informação mesmo.

Sem mais.

“Ainda não fazem pessoas que enxuguem suas próprias mágoas.”
— Cícero

I dare you #lalala #shakira (em www.blogdooda.com)

Melhor deixar o mar varrer.